Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Alma Despejada, online

Temporada pela internet de peça teatral com Irene Ravache segue até 31 de julho no WeDo! com ingressos promocionais

 

Irene Ravache: “É muito delicado e fala da memória de uma mulher na minha faixa etária. (Foto: divulgação)

O espetáculo Alma Despejada, solo protagonizado pela atriz Irene Ravache, segue em temporada online no Teatro WeDo!, sala virtual da plataforma Sympla, até o dia 31 de julho, às sextas e aos sábados, com sessões abertas às 12 horas. Ingressos a partir de R$ 10,00.

Ao adquirir o ingresso, o espectador pode de acessar a exibição a qualquer momento pelo período de 24 horas. A gravação, realizada durante temporada no Teatro Porto Seguro com presença de público, proporciona a experiência de ver a peça em casa, com proximidade de detalhes, além de imagem e som em HD, aproximando ainda mais o espectador da encenação no palco.

Com texto de Andréa Bassitt e direção de Elias Andreato, Alma Despejada está indicada ao Prêmio Bibi Ferreira nas categorias de melhor Atriz, Texto e Iluminação. O enredo conta a história de Teresa, uma senhora com mais de 70 anos que, depois de morta, visita pela última vez a casa onde viveu e relembra passagens de sua vida.

Já falecida, Teresa visita a casa onde morou a maior parte de sua vida. O imóvel foi vendido e sua alma foi despejada. Teresa era professora de classe média, apaixonada por palavras, que teve dois filhos com Roberto, seu marido, homem simples, trabalhador, que se tornou um empresário bem-sucedido e colocou sua família no ranking de uma classe média emergente.

Na peça, escrita especialmente para Irene Ravache, em 2015, a personagem transita entre o passado e o presente, do outro lado da vida, sempre de maneira poética e bem-humorada. Teresa relembra histórias e pessoas importantes em sua existência, como Neide, sua funcionária por mais de 30 anos, e Dora, sua melhor amiga.

A teatralidade do texto de Andrea Bassitt (que também escreveu as peças As Turca e Operilda na Orquestra Amazônica) instiga o espectador a seguir uma história aparentemente trivial, mas com uma trajetória surpreendente. “Essa mulher é apresentada diante de sua própria vida, e, a partir dessa visualização, ela encontra o entendimento da sua existência. É como se precisássemos abandonar a matéria para sermos conscientes de nós mesmos”, reflete o diretor Elias Andreato.

“Eu fiquei fascinada com esse texto e sua poesia. É muito delicado e fala da memória de uma mulher na minha faixa etária. Mesmo sabendo que a personagem está morta, não é uma peça triste, pesada ou rancorosa, fala muito mais de vida que de morte. Eu adoro esse tipo de possibilidade que o teatro oferece. E não tenho medo de misturar essas coisas, porque isso faz parte da vida. Nossa vida não é linear. Ela tem essas nuances”, confessa Irene Ravache.

Alma Despejada estreou em São Paulo, em setembro de 2019, no Teatro Porto Seguro, e estava em cartaz até março de 2020, no Teatro Folha, quando os teatros foram fechados devido à pandemia do coronavírus. No último ano, foram duas sessões virtuais, uma para o Sesc São Paulo e outra para o Instituto Usiminas, além de uma temporada recente em Portugal.

 

FICHA TÉCNICA – Texto: Andréa Bassitt. Direção: Elias Andreato. Interpretação: Irene Ravache. Cenário e figurino: Fabio Namatame. Iluminação: Hiram Ravache. Música: Daniel Grajew e George Freire. Cinegrafia: Paulo Arizati. Fotos: João Caldas Filho. Produção/realização: Oasis Empreendimentos Artísticos.

 

Serviço:
Espetáculo: Alma Despejada

Temporada online: até 31 de julho
Sexta e sábado, a partir das 12h – ingresso válido por 24h.
Local: Sympla / Teatro WeDo!
Ingressos: R$ 40,00, R$ 20,00 e R$ 10,00 – Vendas: www.sympla.com
Classificação: 14 anos. Duração: 80 minutos. Gênero: comédia dramática.

 

Por assessoria