Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

Vídeo com produção do Balé Teatro Guaíra é selecionado para festival internacional

No total, foram mais de 200 horas de trabalho entre criação coreográfica, filmagem e edição. Assista ao vídeo em primeira mão.

O vídeo “Variações sobre a Mesa”, produzido pelo Balé Teatro Guaíra em abril deste ano, foi selecionado para o San Francisco Dance – Film Festival (Estados Unidos). É a primeira vez que uma produção do BTG é selecionada para um festival do gênero. – Foto: Teatro Guaíra

O vídeo “Variações sobre a Mesa”, produzido pelo Balé Teatro Guaíra em abril deste ano, foi selecionado para o San Francisco Dance – Film Festival (Estados Unidos), um dos mais importantes do mundo na área de vídeo-dança, que acontece em outubro nos EUA. É a primeira vez que uma produção do BTG é selecionada para um festival do gênero. A coreografia foi criada para celebrar o dia da dança, comemorado dia 28 de abril.

Para a diretora do Teatro Guaíra, Monica Rischbieter, a seleção do vídeo é uma celebração do trabalho realizado pelo balé durante a pandemia. “Foi a primeira vez que ficamos fechados para o público, sabíamos que não poderíamos perder nossa conexão. A seleção deste lindo trabalho para o festival mostra nosso comprometimento com a dança e com a cultura acessível para todos”, diz.

Assista ao vídeo:

A ideia do vídeo era mostrar que os profissionais passam o dia todo pensando juntos na dança, ainda que estejam separados fisicamente. No total, foram mais de 200 horas de trabalho entre criação coreográfica, filmagem e edição.

“Neste ano de pandemia em que todas as companhias do mundo tiveram que produzir conteúdo virtual, o festival é uma plataforma importante porque é oportunidade de mostrar para o mundo inteiro o trabalho produzido no Paraná”, explica Eunice Oliveira, que assina o roteiro e direção. A coreografia é de Paula Sousa.

Os materiais escolhidos para a criação da coreografia também foram objetos que qualquer pessoa pudesse ter em casa, por isso a mesa e a xícara de café assumem um papel de destaque. A dança ocorre em um espaço restrito, o que também reflete o isolamento.

Por AEN