Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on print
Print

APAP/PR faz vakinha online para reconstruir atelier destruído por incêndio

O artista visual Alfi Vivern perdeu seu espaço de criação e obras

O artista visual Alfi Vivern perdeu seu espaço de criação e obras – Fotos: Faisal Iskandar

 

Incêndio destruiu todo o espaço de trabalho do artista curitibano

Um incêndio acidental, na última quinta-feira (04), destruiu o atelier do artista visual Alfi Vivern, localizado em Campo Magro, região metropolitana de Curitiba. Com o intuito de ajudar nas despesas para a reconstrução do espaço de criação, um grupo de artistas da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná (APAP/PR) criou a ação de doação através de uma vakinha online.

Essa é a segunda ação feita pelo grupo de artistas. Na primeira as doações foram todas destinadas à reconstrução do atelier que, em pouco tempo, conseguiu ultrapassar a meta estipulada. Agora, nesse segundo momento, a campanha visa a auxiliar na compra dos materiais de criação, pois o artista trabalha com produtos nobres (cobre, mármore e outros).

As doações para a ação “Solidariedade da APAP/PR para o Atelier do Artista Alfi Vivern” podem ser feitas pelo link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/solidariedade-da-apap-pr-para-reconstrucao-do-atelier-alfi-vivern.
A meta de arrecadação é atingir R$ 30 mil.


Sobre Alfi Vivern

Associado à APAP/PR – Associação Profissional de Artistas Plásticos do Paraná, artista visual, argentino, radicado em Curitiba, participou do Instituto Di Tella em Buenos Aires conhecido como “Viveiro de Talentos”. Graduou-se como designer pela escola Pan-americana de Arte em Buenos Aires/Argentina. Seu trabalho ganhou vários prêmios e concursos importantes, como: 2007–1º Prêmio no “EMAAR lnternational Art Symposium, Dubai/Emirados Árabes; 2006–“Prêmio na 1ª Bienal de Escultura, León/México; 1996–1º Prêmio “III Concurso Internacional de La Talla en Piedras”, Barichara/Colômbia; 1985 – 1º Prêmio no “Concurso de Esculturas: comemoração 20 anos do IPPUC”, Curitiba/Brasil. Suas obras encontram-se expostas em galerias, museus, coleções públicas e privadas em diversos países do mundo.

Conheça o trabalho do artista pelas redes sociais:

https://www.instagram.com/alfivivern/

https://www.facebook.com/alfi.vivern/

Por APAP/PR – Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná